Elos Clube de Tavira

Agosto 05 2010

 

http://formaementis.files.wordpress.com/2008/08/ferdinand_magellan.jpg

 

 

AGENTE SECRETO AO SERVIÇO DO REI D. MANUEL I DE PORTUGAL? (*)

 

 

RESUMO

 

O navegador português Fernão de Magalhães não terá sido um traidor ao seu país, ao promover uma expedição às Molucas sob a égide do Rei de Espanha Carlos I (futuro Imperador Carlos V). Pelo contrário, terá sido um agente secreto de D. Manuel I para que Portugal pudesse vir a negociar com a Espanha, em condições mais favoráveis, a aquisição das Molucas, o que viria a acontecer em 1529 (já durante o reinado de D. João III), mediante o Tratado de Saragoça.

 

Pensava-se, à época, que as Molucas (ilhas ricas em especiarias) estariam localizadas no hemisfério que o Tratado de Tordesilhas reservara para Espanha, pelo que, para Portugal poder propor ao país vizinho a aquisição daquelas ilhas era essencial que a Espanha as pudesse conhecer directamente, acedendo a elas através dum caminho marítimo situado no hemisfério da sua influência.

 

Foi, assim, Fernão de Magalhães incumbido pelo rei D. Manuel I da missão de efectuar a viagem que daria a conhecer, a Espanha, as ilhas Molucas.

 

José Mattos e Silva – jmatosilva@gmail.com

António Mattos e Silva – antoniomatosilva@hotmail.com

 

(*) A investigação constante deste artigo foi candidata ao “A. H. de Oliveira Marques Prize for Best Article on Portuguese History published in 2009”

publicado por Henrique Salles da Fonseca às 21:50
Tags:

mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


25
26



pesquisar
 
blogs SAPO