Elos Clube de Tavira

Julho 27 2010

 

 

A maior desgraça de uma nação pobre é que em vez de produzir riqueza, produz ricos. Mas ricos sem riqueza.

 

Na realidade, melhor seria chamá-los não de ricos mas de endinheirados.

 

Rico é quem possui meios de produção. Rico é quem gera dinheiro e dá emprego.

 

Endinheirado é quem simplesmente tem dinheiro, ou que pensa que tem. Porque, na realidade, o dinheiro é que o tem a ele.

 

A verdade é esta: são demasiado pobres os nossos "ricos". Aquilo que têm, não detêm. Pior: aquilo que exibem como seu, é propriedade de outros. É produto de roubo e de negociatas.

 

Não podem, porém, estes nossos endinheirados usufruir em tranquilidade de tudo quanto roubaram. Vivem na obsessão de poderem ser roubados. Necessitavam de forças policiais à altura. Mas forças policiais à altura acabariam por lançá-los a eles próprios na cadeia. Necessitavam de uma ordem social em que houvesse poucas razões para a criminalidade.

 

Mas se eles enriqueceram foi graças a essa mesma desordem...

 

  Mia Couto

http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://www.nosrevista.com.br/wp-content/uploads/2009/02/mia_couto.jpg&imgrefurl=http://www.nosrevista.com.br/2009/02/20/adaptacao-de-livro-de-mia-couto-pronta-em-2009/&usg=__8Mng-XcTbm5f3SOeX1pu1hy9nMs=&h=331&w=358&sz=34&hl=pt-PT&start=0&sig2=YiE5qZqd7hAxU2OSM-wZEQ&tbnid=tlex5Io1HZWREM:&tbnh=130&tbnw=139&ei=NvNOTLTOG5DeOPKcmZoC&prev=/images%3Fq%3DMia%252BCouto%26um%3D1%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DN%26biw%3D1003%26bih%3D574%26tbs%3Disch:1&um=1&itbs=1&iact=hc&vpx=301&vpy=98&dur=281&hovh=216&hovw=233&tx=134&ty=133&page=1&ndsp=17&ved=1t:429,r:1,s:0

publicado por Henrique Salles da Fonseca às 15:50

Gostei, muito, de ver aparecer o Mia Couto no blog.
Sempre enriquece ler o que ele escreve.
Parabéns.
Francisco
Francisco a 27 de Julho de 2010 às 16:19

RECEBIDO POR E-MAIL:

Um pensamento bem claro, bem correcto, bem honesto, sem trocadilhos e fruto da preocupação que a todos domina, relativamente ao nosso espaço nacional. Todos menos os pobres ricos, decididamente.
Berta Brás
Henrique Salles da Fonseca a 27 de Julho de 2010 às 18:33

TEXTO ENXUTO E CORRETO.
NADA A ACRESCENTAR.
PARABÉNS!
ANA LUNA
SÃO PAULO
ANA LUNA a 27 de Julho de 2010 às 19:34

Em toda a frontalidade e realidade do artigo Mia Couto revela, na sua forma de ser e de estar, o homem integro com o qual muitos de nós ainda nos identificamos.Muitas vezes surge-me o desabafo de: não foi certamente para chegar a este descalabro que os nossos soldados fizeram o 25 de Abril!
rosarioa fonso a 27 de Julho de 2010 às 23:46

Que pena não haver mais " Mia's Couto's" neste mundo...!
teresa a 29 de Julho de 2010 às 15:25

RECEBIDO POR E-MAIL:

Pobres dos nossos Ricos: Não posso estar mais de acordo pois há de verdade Ricas Pessoas e os Ricos de "plástico" parece o mesmo mas não é, a única semelhança é a palavra : RICOS.
Não se cria ricos sem trabalho, sem contribuir para a criação de postos de trabalho, sem princípios nem valores, sem estudar, sem investigar sem pensar nos outros e no País, como bem comum....! Os outros exibem a sua riqueza e pensam por pouco tempo que são ricos mas, como são só para si próprios essa falsa riqueza e pouco estruturada passa com o tempo e com os expedientes fáceis, não produtivos e, por isso, duram apenas enquanto dura o expediente e, de repente tudo se altera e olham para o lado e não percebem porquê que quem os conhecia e "admirava" deixaram de os conhecer e mais passam a criticar e a fazer crer que nunca conheceram semelhantes pessoas.....! Pobres desses falsos ricos- o que ontem era hoje já não é-....! A vida é difícil e exigente e não se compadece com esse tipo de pessoas....quando caiem a queda é enorme e não conseguem levantar-se e seguir o seu caminho de novo, pois não sabem trabalhar....! Pobre País quando estes valores se alteram e os Ricos ficam pobres sem perceber.....!
A vida é um circo mas, como tudo tem os seus ciclos.... Até para andar no arame é preciso trabalhar e treinar muitas horas do dia, senão mesmo com rede também se cai.....! Trapézios só qb....! Não chega ser esperto é preciso trabalhar a inteligência de cada um....! E não esquecer o BEM COMUM que somos todos nós e só assim podemos ajudar a construir um País com alicerces seguros.....!
Isabel Fernandes Homem
Henrique Salles da Fonseca a 1 de Agosto de 2010 às 09:17

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





pesquisar
 
blogs SAPO