Elos Clube de Tavira

Fevereiro 21 2011

  (*)

 

 

João Villaret foi um grande actor e um inigualável declamador, que enchia as salas de espectáculos declamando poesia e falando de poetas, sem nunca olhar para um papel.

 

Faleceu no dia 21 de Janeiro de 1961, portanto há 50 anos.

 

Alguém se lembrou de criar um site dedicado a ele. Conta ainda com pouca coisa, mas merece ser visitado e, claro, ouvido.

 

Sugiro, para começar, alguns curtinhos.

 

Mas, claro, ouvi-los todos é fantástico.

 

Aceda a: http://jvillaret.com.sapo.pt/

 

– Adivinha

– Balada da neve

– Fado falado

– Liberdade

– O menino de sua mãe

 

E o incontornável...

 

– Cântico negro

 

Consta que após a leitura deste último poema, no Teatro de S. Luís, recebeu uma ovação ininterrupta de perto de 30 minutos, que constitui ainda hoje um recorde nacional em qualquer tipo de espectáculo.

 

 

(*)http://farm3.static.flickr.com/2403/2231396176_cc9fecea7d.jpg?v=0

publicado por Henrique Salles da Fonseca às 09:42
Tags:

mais sobre mim
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
25
26

27
28


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO