Elos Clube de Tavira

Fevereiro 05 2011

 (*)

 

No Ilhéu das Rolas, onde o Meridiano se cruza com o Equador, há um padrão com a Cruz de Cristo.

 

Foi aí que encontrei este Homem.

 

Estávamos sós os dois, reparei que não era negro, nem branco, sequer mestiço, era tudo isso.

 

Olhou para mim e disse…tu português repara bem nesse Padrão.

 

Foram os portugueses que o colocaram aqui no centro do Globo…padrão que foi português, que de momento não o é, mas que ninguém ousa retirar.

 

Tu, português, terás de entender isso…ninguém nunca terá coragem de apagar a marca do desígnio português no mundo.

 

Portugal não acabou, nem acabará, porque há destinos a cumprir, nobres funções a desempenhar.

 

Olha o mar, repara bem nele e vê aí a reserva da humanidade. Está aí o alimento, a energia, a matéria-prima, as moléculas que curarão as mais diversas doenças.

 

Tu, português, tens tudo na mão. Ninguém como tu, sabe compreender o mar.

 

Tu e todos aqueles que têm a mesma raiz, uma imensidade de povos e de Nações.

 

Liberta-te português, dessa tentação Continental, onde poderás encontrar a amizade, algum equilíbrio, mas nunca a solidariedade e a afinidade que te preservará a tua identidade.

 

Liberta-te da ilusão, da vivência sem esforço, porque não é essa a tua vocação, nem tão pouco o teu carácter.

 

Rompe com os espartilhos da acomodação, com a mentira dos dominadores e volta a caminhar pelos teus meios.

 

Portugal não é a porta de saída da Europa mas a porta de entrada da raiz lusitana.

 

Volta a aproximar todos os que te conheceram e reconheceram, ao ponto de adoptarem a tua língua; enaltece o passado comum, para de mãos dadas encontrarem de novo a esperança e a voltarem a transmitir a todos os demais povos.

 

A tua submissão, português, será a submissão de muitos mais a uma nova escravidão.

 

Tu que foste o primeiro a acabar com ela, terás também de ser o primeiro na luta que se irá travar contra forças poderosas que de novo a querem impor.

 

Só a tua sabedoria, o teu sentimento de solidariedade, a tua crença no Homem, poderá ser contraponto, a novas desgraças que os dominadores, na sua acção louca, irão provocar.

 

Desconfia da solidariedade de outros povos que te oferecem recursos a troco de cedências e ilusões, com os quais não tens laços de afinidade e que te dominarão, na sua presunção de superioridade.

 

Acredita nos teus irmãos e leva-os a acreditar em ti.

 

Tu, português, tens de voltar a afirmar-te …teus filhos te honrarão e muitos outros filhos te agradecerão.

 

Desci do morro do Padrão amedrontado.

 

Palavras que faziam sentido, profecias loucas? … Acontece que nunca mais as esqueci e cada vez mais as reconheço como verdade.

 

 José J. Lima Monteiro Andrade

 

(*)http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://farm4.static.flickr.com/3254/3049620749_29dcf5b5f6.jpg&imgrefurl=http://www.flickr.com/photos/ruialmeida/page12/&usg=__MZyx7c8qSCKs5LYKo5VXuH-0ECM=&h=375&w=500&sz=141&hl=pt-pt&start=48&zoom=1&tbnid=WxQr4w1PfR8BpM:&tbnh=161&tbnw=194&ei=iZdMTY7fBcKDOqz8ldIP&prev=/images%3Fq%3DIlh%25C3%25A9u%2Bdas%2BRolas%26um%3D1%26hl%3Dpt-pt%26sa%3DG%26biw%3D1007%26bih%3D681%26tbs%3Disch:10%2C2361&um=1&itbs=1&iact=hc&vpx=134&vpy=376&dur=1388&hovh=194&hovw=259&tx=132&ty=91&oei=UZdMTeDgFY2XOt2HjdYP&esq=4&page=5&ndsp=12&ved=1t:429,r:8,s:48&biw=1007&bih=681

publicado por Henrique Salles da Fonseca às 00:06
Tags:

mais sobre mim
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
25
26

27
28


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO